About mw_cgm2

This author has not yet filled in any details.
So far mw_cgm2 has created 15 blog entries.

A Coleta seletiva de Vidros em Florianópolis

Florianópolis foi a primeira capital do Sul do Brasil a implantar pontos de entrega voluntária (PEVs) exclusivos para embalagens de vidro. A Comcap (Autarquia de Melhoramentos da Capital) começou a instalar os PEVs de Vidro em dezembro de 2014 pelos bairros do Continente. Com bons resultados e o apoio da população, foram entregues 685 toneladas [...]

2019-05-24T14:52:12+00:00

ALERTA SOBRE FALSOS FABRICANTES DE CONTENTORES DE RESÍDUOS – FÁBRICA DE CONTENTORES

Se proliferam, principalmente em site de busca, falsos anúncios sobre empresas que se fazem passar por fabricante de contentores de lixo para enganar o consumidor. Muitas delas são empresas de comércio, importadoras ou mesmo industrias que fabricam lixeiras (nome genérico do recipiente para descarte de resíduos). o que se difere em muito de contentores. Contentor [...]

2018-11-08T15:08:43+00:00

TESTE COM PROTÓTIPO DE COLETA DE LIXO ROBOTIZADA

O robô de coleta de lixo foi testado com êxito. Alunos de três universidades têm colaborado com o grupo Volvo e a empresa de reciclagem resíduos, Renova. O resultado é um robô que automaticamente recolhe e esvazia os contentores. Um drone no teto do caminhão do lixo faz a varredura da área e ajuda o [...]

2018-11-01T18:22:56+00:00

ATENÇÃO: CONTENTOR É O NOME DE UM PRODUTO NORMALIZADO PELA ABNT

Contentor é o nome de um produto normalizado pela ABNT para coleta de RSU (resíduos sólidos urbanos) aplicados na coleta mecanizada. Não se deixe enganar, os cadernos da norma brasileira de fabricação de contentores plásticos, estabelecem resumidamente o seguinte: NBR 15.911 – 1 Descrição: especifica os requisitos gerais, de segurança, de saúde e de ergonomia para [...]

2018-11-01T18:09:37+00:00

QUEM E COMO FORAM ELABORADAS AS NORMAS BRASILEIRAS DE FABRICAÇÃO DE CONTENTORES PARA RESÍDUOS A NBR 15.911 – 1 / 2 / 3 E 4?

As normas NBR 15.911 – 1 / 2 / 3 e 4 foram elaboradas pelo comitê do INP – Instituto Nacional do Plástico – ABNT/ONS-051 – Organismo de Normalização Setorial de Embalagem e Acondicionamento Plásticos em 2010. Na oportunidade, participaram das reuniões os interessados, entre eles: Alguns fabricantes de contentores, fabricantes de rodas e rodízios, [...]

2018-11-01T16:34:32+00:00

QUAL O SEGREDO PARA SE FABRICAR OU VENDER UM CONTENTOR OU PAPELEIRA COM PREÇOS BAIXOS, QUANDO COMPARADO AOS PREÇOS DE PRODUTOS NORMALIZADOS?

Resposta: Algumas suposições sobre as possibilidades técnicas disponíveis: Usar o processo de injeção: Havendo escala de produção suficiente, peças injetadas serão mais econômicas que peças rotomoldadas do mesmo tipo. Entretanto, esse custo mais baixo normalmente vem acompanhado de uma menor redução nas propriedades mecânicas, o que impacta a durabilidade dos produtos. Isso não é uma [...]

2018-11-07T18:34:52+00:00

ALGUNS ARTIFÍCIOS PARA SE PRODUZIR PEÇAS COM BAIXO PREÇO, TENDO COMO CONSEQUÊNCIA A MENOR DURABILIDADE DO CONTENTOR:

Utilizar resinas recicladas: A resina reciclada tem um custo até 70% mais baixo quando comparada a resina virgem, além de não conter aditivo UV 8; Diminuir a espessura da parede, consequentemente terá um menor peso e quantidade de resina no produto; Fabricar com resinas sem aditivação de UV 8. A norma brasileira de fabricação de [...]

2018-11-01T16:13:03+00:00

CONTENTORES FABRICADOS PELO PROCESSO DE ROTOMOLDAGEM SÃO MAIS RESISTENTES E DURÁVEIS DO QUE OS FABRICADOS PELO PROCESSO DE INJEÇÃO

PODEMOS AFIRMAR QUE CONTENTORES PLÁSTICOS PARA RSU (RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS) FABRICADOS PELO PROCESSO DE ROTOMOLDAGEM E FABRICADOS DE ACORDO COM A NORMA BRASILEIRA DE FABRICAÇÃO DE CONTENTORES A NBR 15.911 – 1 / 2 / 3 E 4 SÃO MAIS RESISTENTES E DURÁVEIS DO QUE OS FABRICADOS PELO PROCESSO DE INJEÇÃO? Resposta: Como regra geral, [...]

2018-11-07T18:36:56+00:00

VOCÊ SABIA QUE PEAD (POLIETILENO DE ALTA DENSIDADE) EM NADA TEM A VER COM ALTA QUALIDADE?

Resposta: Sem dúvida! Quando classificamos um polietileno como sendo de alta densidade, queremos dizer que as cadeias do material estão mais compactadas e o material é mais rígido. Simplificadamente, sempre que aumentamos a densidade de um polietileno, estamos aumentando a sua rigidez (o que permite reduzir a espessura das peças), mas por outro lado perdemos [...]

2018-11-07T18:37:48+00:00